Crescimento e Independência

Resultado de imagem para medindo criançaOlá, Pais!

Nesse primeiro contato gostaria de falar-lhes a respeito de um assunto “difícil”: O crescimento dos filhos.

Com o passar dos anos, vamos percebendo que aquele ser que dependia de nós para tantas coisas – até para se locomover – começa a ter capacidade para realizar uma porção de atividades sozinho.

Uma parte de nós fica muito feliz por ver esse desenvolvimento e constatar o quão sadio é o nosso pequenino. No entanto, outra parte não quer que essas mudanças aconteçam, pois sente como se estivesse “perdendo” aquele bebezinho que nos torna imprescindíveis através da necessidade de nossos cuidados. Essa segunda parte de nós – a nossa vaidade – às vezes acaba falando mais alto e calamos a primeira parte de nós que compreende a evolução como parte do desenvolvimento humano e como necessária para uma vida adulta saudável.

Precisamos “libertar” os filhos para que conheçam o mundo com o qual terão que lidar e também precisamos reconhecer que é muito melhor que eles aprendam conosco do que com a “vida”. Sob a nossa orientação tudo fica mais fácil e seguro.

Ações importantes, que precisamos tomar para permitir esse crescimento, incluem:

  • Ensiná-los a vestir-se;
  • Ensiná-los a comer sozinhos;
  • Atenção à fala, corrigindo e exemplificando ao pronunciarem palavras de forma errada – sempre com muito tato e carinho. Às vezes a criança só precisa dessa sinalização para acertar!
  • Orientá-los a guardar e cuidar de seus brinquedos ao usá-los;
  • Deixar que comecem a aprender tarefas como tomar banho, escovar os dentes, pentear o cabelo.

Sempre com a nossa supervisão!

Quanto mais independente seja nosso filho, mais autoconfiante será e a segurança é importante para o sucesso escolar e para o sucesso na vida!

Um forte abraço,

Ane Dantas Sartori

Psicóloga

CRP 05/39333